Placa de Extintor: Onde colocar e qual a importância?

placa de segurança do trabalho zona sul
Placas de Segurança do Trabalho na Zona Sul
11/02/2022
Fachada de Supermercado; como fazer, tipos e quanto custa
29/03/2022

Placa de Extintor: Onde colocar e qual a importância?

Placa de Extintor

A placa de extintor é um dos itens mais importantes na Sinalização de Prevenção e Combate a Incêndio e devem estar presentes em empresas, condomínios e estabelecimentos comerciais. Afinal, ela ajuda a orientar os usuários em caso de incêndio, indicando onde está o extintor e a melhor forma de utilizá-lo.

A sinalização e outras medidas propostas pelo Corpo de Bombeiros e pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) ajudam a reduzir incêndios e alertam as pessoas para os riscos existentes nas edificações.

Mas comprar uma placa de extintor aleatória e fixá-la independentemente das normas técnicas, não trará os resultados esperados. Mas não se preocupe, vamos explicar tudo sobre as placas de extintor neste artigo! Continue lendo!

Onde colocar a Placa de Extintor? 

A norma NBR 13434 junto com a NBR 12693 indicam a localização, as características e também a altura adequada da placa de extintor. Além de várias outras informações sobre a visualização e posicionamento.

placa de extintor

Essas normas nos orientam que a altura de fixação da placa do extintor é de 1,80 metros contando da base inferior da placa até o piso já acabado.  A placa também pode ser colocada na horizontal sendo que a distância do equipamento não deve ficar a uma distância superior a 7,5 metros.

No entanto, em armazéns, estacionamentos, fábricas ou ambientes, onde possam existir obstáculos a 1,80 m que obstruem ou impeçam a visualização da sinalização de equipamentos de incêndio, essa placa de extintor deve ser repetida a uma altura que facilite a visualização, geralmente é usada a medida de 3,00m do piso.

As placas de extintor devem ser fixadas próximas aos equipamentos de combate a incêndio. E também é importante que a placa mostre qual tipo de substância contém no extintor. 

Tipos e Classes de extintores 

É importante diferenciar os tipos e classes de extintores. Sabendo disso, temos como tipos de extintor os portáteis e os sobre rodas. O que possui a maior carga porém é o de sobre rodas que também possui a maior capacidade extintora.

Tipos de extintores e suas Classes: 

  • Extintor de Água Pressurizada (Classe A): Esse extintor é uma combinação de dois agentes, água e gás propulsor que é o nitrogênio. Esse tipo combate incêndios de classe A que são causados por tecidos, madeira, plástico, papelão, borrachas, estofamento, fibras orgânicas e etc.

Esse tipo de extintor age por meio do resfriamento e do abafamento do material que está em chamas. Esse tipo não deve ser usado em incêndios com equipamentos elétricos pois podem prejudicar ainda mais.

  • Extintor de Bicarbonato de Sódio (Classe BC): Como o próprio nome diz, é composto por bicarbonato de sódio. Sua substância atua no resfriamento rápido do calor e interrompe a reação de combustão. 

placas de extintor

  • Extintor de Espuma mecânica (Classe A e Classe B): A substância desse extintor dá a impressão de um detergente altamente concentrado. Quando misturado com água e ar produzirá uma espuma que agirá como um filme protetor abafando o resfriamento do fogo fazendo com que a chama não se propague. 

  • Extintor de Fosfato Monoamônico (Classe ABC): Também conhecido como pó químico ABC é altamente indicado para controlar as chamas quando os incêndios são em ambientes como indústrias, comércios e locais residenciais. 

Esse tipo de extintor não realiza a condução de corrente elétrica e pode ser utilizado em incêndios envolvendo eletricidade. O mesmo impede que o fogo se alastre controlando a reação em cadeia causada por gases e líquidos inflamáveis.

placa de extintor

  • Extintor de Dióxido de Carbono (Classe BC): Usado em pequenos focos de fogo em líquidos inflamáveis e equipamentos energizados. Ele tem essa função, pois o dióxido de carbono não conduz eletricidade. A ação desse extintor se dá por meio do abafamento da chama, seguido do resfriamento. Mas o dióxido de carbono é uma substância tóxica podendo causar asfixia.

placa de extintor

  • Extintor de gás Halotron: Esses modelos são utilizados em incêndios de líquidos inflamáveis e materiais elétricos sob carga. Esse tipo não degrada a camada de ozônio e por isso tem sido utilizado no lugar do extintor de halon que não é mais fabricado desde 2004.

placa de extintor

  • Extintor de NAF: Também conhecido como HFC – 125. Ele é um agente limpo e por isso não produz resíduos poluentes ao meio ambiente e também não prejudica a saúde do usuário. Não conduz eletricidade e pode ser usado em incêndios de classe A, B e C. 

Extintor de NAF

  • Extintor de Acetato de Potássio (Classe K): Esse tipo de extintor tem como função exclusiva apagar incêndios de classe K. Esses incêndios são causados por óleos e graxas alimentícias que são gorduras animais e vegetais. Muito utilizado em cozinhas industriais, restaurantes, bares, etc. 

O acetato de Potássio é um saponificante. A solução é pulverizada no produto em chamas e produz uma reação química que forma uma espuma seladora e faz com que a gordura não entre em contato com o oxigênio fazendo com que abafe e apague o fogo também realizando resfriamento da superfície. 

placa de extintor

O que recomendam as normas técnicas para a sinalização de extintor? 

Como já vimos anteriormente, as normas da ABNT NBR 13434 junto com a NBR 12693 nos recomendam as características, o posicionamento e a visualização das placas de extintor.

placa de extintor

Porém as normas também orientam que o local onde está o extintor seja demarcado no piso com um campo vermelho de 70 cm² e faixas amarelas de 15 cm em sua volta, essa sinalização pode ser feita com vinil auto adesivo com laminação, indicado para locais internos e baixo tráfego de pessoas ou com lâmina de policarbonato, em ambientes externos ou com maior circulação de pessoas.

As placas de extintor e as outras sinalizações de incêndio devem possuir o efeito fotoluminescente que é o efeito de brilhar no escuro com o sinal luminoso por, no mínimo, 1800 minutos e esse valor de desempenho deve estar na parte exposta da placa. 

Qual a importância da Placa de Extintor 

Um dos acontecimentos mais trágicos em termos de incêndio no Brasil, foi a tragédia na boate Kiss. Quando observamos esses acontecimentos, percebemos uma coisa muito importante que acontece no nosso dia-a-dia. “A Negligência”.

Nunca sabemos quando um incêndio pode ocorrer ou quando vamos precisar de placas de extintor para nos alertar sobre qual extintor usar em cada tipo de incêndio. 

Negligenciar esses cuidados com a sinalização podem gerar danos irreversíveis e causar problemas trágicos como esse que ficou para o empresário e dono da boate Kiss. 

As placas de extintor podem prevenir acidentes indicando os locais onde estão os extintores e informando os tipos. 

E se você precisa de placas de extintor não deixe de entrar em contato com a Forthlux

Faça um ORÇAMENTO do projeto de sinalização de emergência completo ou somente das placas de extintor avulsas.

Avalie este post
Eduardo Bello
Eduardo Bello
Analista de Conteúdo | Analista de SEO | Agencia Web Marketing

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.